O curso de graduação ora proposto pela Faculdade Católica Santa Teresinha tem como objetivo formar o profissional da Contabilidade capaz de assumir a responsabilidade dos serviços contábeis das empresas privadas e públicas, organizando e dirigindo os respectivos departamentos, executando e/ou supervisionando esses serviços, inclusive os serviços afins à área contábil.

Considerando as prerrogativas estabelecidas na Resolução CFC Nº 560/83, do Conselho Federal de Contabilidade, em consonância com o Decreto-Lei Nº 9.295, de 27.05.46, os quais permitiram que a profissão de contador fosse regulamentada, de acordo com o Projeto Pedagógico aqui exposto, a Faculdade Católica tem como meta principal capacitar os futuros profissionais para atuar:

a) Na organização e execução dos serviços de contabilidade em geral;

b) Na escrituração dos livros de contabilidade obrigatórios, bem como de todos os necessários no conjunto da organização contábil e levantamento dos respectivos balanços de demonstrações;

c) Nas perícias judiciais ou extrajudiciais, revisão de balanços e de contas em geral, verificação de haveres, revisão permanente ou periódica de escritas, questões judiciais ou extrajudiciais de avarias, assistência aos conselhos fiscais das sociedades anônimas e quaisquer outras atribuições de natureza técnica conferidas por lei aos profissionais de Contabilidade.

O contador deve ser um profissional que tenha uma grande capacidade para pesquisar, analisar e discernir, a par de muito bom senso, já que ele é, no sentido mais pleno da palavra, o responsável por todo o sistema de informações econômico-financeiras e patrimoniais de uma entidade. Para tal, deverá possuir sólida e eclética formação cultural, uma vez que os relatórios e pareceres contábeis constituem os elementos básicos para a tomada de decisões em uma entidade privada, pública ou do terceiro setor.

Hoje, é praticamente impossível um bom aluno de contábeis ficar desempregado depois de terminar a graduação. O mercado é tão promissor que muitas profissões correlatas, como Administração e Economia, acabam assumindo as vagas que poderiam ser dos contabilistas. No setor público, o bacharel em Ciências Contábeis pode investir em concursos públicos específicos para a área, para cargos de assessor, analista, fiscal e auditor de contas públicas. As oportunidades também se multiplicam no setor privado, em bancos, empresas e escritórios de contabilidade. Trata-se de um setor que cresce a cada dia. O bom profissional de contábeis tem hoje a possibilidade de escolher entre os vários campos de atuação.

  • Assessor de Negócios;

  • Auditor e Perito Contábil;

  • Analista Financeiro e de Custos;

  • Consultor Empresarial;

  • Contador Gerencial;

  • Contador Público;

  • Controller;

  • Professor;

  • Profissional Liberal;

  • Auditor fiscal.

  • Habilitação: Bacharelado

  • Turno: Noturno (19h às 22h)

  • Carga horária: 3.000 h/a

  • Estágio curricular: 300h

  • Duração: 04 anos, com regime semestral e presencial.