O que é uma Pastoral Universitária?

O anúncio do Evangelho e o cuidado com a dignidade humana são as prioridades da missão da Igreja, inclusive no ambiente universitário. E para realizar concretamente essa missão, a Igreja se organiza em pastorais conforme o ícone de Jesus, o Bom Pastor (Jo 10,11)

No ambiente universitário, a pastoral da Igreja exprime mais claramente a disposição para o ecumenismo e o diálogo inter-religioso, por se compreender em um espaço de pluralidades. Portanto, a Faculdade Católica, ao mesmo tempo em que adota, na identidade de pessoa jurídica, sua natureza confessional, assume também uma abordagem respeitosa e aberta ao diálogo com as diferentes expressões religiosas, que têm compromisso com a vida e a dignidade da pessoa humana.

Hoje a discussão se dá em torno da nomenclatura: Pastoral Universitária (PU) ou Pastoral da Universidade (PdU). A PU está diretamente vinculada à CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) e PdU é aquela que é organizada internamente pela Instituição de Ensino Superior, que pode ter articulação externa ligada à Pastoral da Diocese e, consequentemente estar em diálogo com outras IES. Nesse impasse, a FCST pretende se definir somente após superada a fase atual de estudo e nucleação. No entanto, é possível fazer algumas considerações iniciais a respeito do impasse: PU – PdU.

A PU por estar mais alinhada à vida eclesial tem um viés mais devocional e catequético, de natureza paroquial, por isso alguns falam de uma Paróquia Universitária, inclusive com a presença de um capelão.

A PdU parece mais apropriada para uma pastoral mais envolvida com o mundo do ensino, da pesquisa e da extensão. O anúncio de Paulo, apóstolo, no Areópago é um exemplo de evangelização que inspira a PdU (Atos 17, 22-32). Nesse sentido ela abre um leque de possibilidades para a evangelização entendida como capacidade propositiva, que lhe é peculiar. Adequada à se inserir no campo da investigação e discussão, a PdU pretende encontrar seu espaço no mundo da ciência, zelando pelos princípios inalienáveis de defesa da vida e respeito à dignidade da pessoa humana.

Entre as duas metodologias de pastorais nas Universidades – PU e PdU – a diferença é que: a) A primeira assume a natureza doutrinária-catequética; b) a segunda expressa o aspecto evangélico-missionário.

Certamente o evangélico-missionário será mais bem recebido no espaço que recepciona a todos indistintamente, como é o mundo universitário.

Ambas as metodologias de interação pastoral estão comprometidas com os princípios da vida e dignidade humana. Daí por que, seja PU ou PdU, estarão pautadas em tais princípios, primeiramente no ambiente de convivência da Instituição, promovendo as ações lhe são inerentes:

  • Promoção humana e cultura cristã.
  • Formação bíblico-catequética.
  • Atividade de extensão na cidade e/ou região.
  • Assistência solidária.
  • Serviço de espiritualidade e oração.
  • Serviço de Liturgia.

Na FCST, a PU, assim chamada até que seja definida a nomenclatura) encontra-se na fase de estudo e nucleação, que começa com a inscrição dos interessados a compor o grupo, que vai trabalhar no Projeto pastoral nesta IES.