TRANSVERSALIDADE DE GÊNERO: um desafio para a política pública de enfrentamento à aids no Brasil

RESUMO
O artigo consiste numa reflexão acerca da incorporação da
dimensão da transversalidade de gênero no Plano Nacional de
Enfretamento da Epidemia de aids3 e outras DST. Aqui são
apresentadas considerações que explicitam que nesta
elaboração, não se encontra nem elogio ao modelo preventivo
adotado no país, nem crítica que desconsidere as tais avanços,
mas um olhar problematizador para esta política de prevenção
e suas (re)significações.

Artigo JOINPP 2015 publicado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *