Faculdade Católica Santa Teresinha

SISTEMA DE AVALIAÇÃO DA FCST

SISTEMA DE AVALIAÇÃO 

 O sistema avaliativo será composto de duas unidades, cada uma com valor máximo igual a 10,0 (dez), sendo o discente avaliado da seguinte forma:  

  1. I) A primeira resulta da avaliação de aprendizagem dos conteúdos programáticos desenvolvidos, a ser realizada por ocasião de completar 50% da carga horária da disciplina, e tem peso 4. 
  2. II) A segunda resulta da avaliação de aprendizagem dos conteúdos programáticos desenvolvidos, a ser realizada na ocasião em que completar 100% da carga horária da disciplina, e tem peso 6. 

Se a média parcial ponderada dessas avaliações (I e II) for igual ou superior a 7,0 (sete), será esta a nota final do período letivo, considerando-se o aluno aprovado se também apresentar frequência igual ou superior a 75%. É reprovado na disciplina o discente cuja média parcial ponderada for menor que 2,5 (dois vírgula cinco). O aluno cuja média parcial ponderada for igual ou maior a 2,5 (dois vírgula cinco) e menor que 7,0 (sete) terá direito a fazer uma prova suplementar. Neste caso, será aprovado o aluno se a média aritmética simples do somatório desta avaliação adicionada à média ponderada do somatório das duas primeiras avaliações, dividido por dois, for igual ou superior a 5,0 (cinco).  

A média parcial ponderada é calculada da seguinte forma: 

MP= A1xP1+A2xP2P1+P2MP= A1xP1+A2xP2P1+P2

Onde MP é a média parcial ponderada, A1 e A2 são as notas das avaliações 1 e 2, respectivamente, P1 e P2 são os pesos das avaliações 1 e 2, respectivamente. 

Observe os seguintes exemplos: 

  1. a) Se um aluno X tirar nota 3,0 na primeira avaliação e um 10,0 na segunda avaliação, então a média parcial ponderada dele será:

MP= 3,0×0,4+10×0,60,4+0,6= 1,2+6,01=7,2 (Média acima de 7,0 Aluno Aprovado)MP= 3,0×0,4+10×0,60,4+0,6= 1,2+6,01=𝟕,𝟐 (Média acima de 7,0 Aluno Aprovado)

  1. b) Se um aluno Y tirar nota 8,0 na primeira avaliação e um 6,0 na segunda avaliação, então a média parcial ponderada dele será:

MP= 8,0×0,4+6,0×0,60,4+0,6= 3,2+3,61=6,8 (2,5<Mp<7,0 Aluno em recuperação)MP= 8,0×0,4+6,0×0,60,4+0,6= 3,2+3,61=𝟔,𝟖 (2,5<Mp<7,0 Aluno em recuperação)

Neste caso o aluno fará a prova Final e a nota será calculada a partir da média aritmética simples do somatório da avaliação suplementar adicionada à média ponderada do somatório das duas primeiras avaliações, dividido por dois. Ficando da seguinte forma: 

MF=NAF+MP2MF=NAF+MP2

Onde, MF é a média final, NAF é a nota da prova suplementar e MP é a média parcial ponderada. 

Assim se o aluno Y fez a prova suplementar e tirou nota 4,0 ele terá a seguinte média final: 

MF=4,0+6,82=10,82=5,4 (média acima de 5,0 aluno aprovado)MF=4,0+6,82=10,82=𝟓,𝟒 (média acima de 5,0 aluno aprovado)

  1. c) Se um aluno Z tirar nota 3,0 na primeira avaliação e um 2,0 na segunda avaliação, então a média parcial ponderada dele será:

MP= 3,0×0,4+2,0×0,60,4+0,6= 1,2+1,21=2,4 (média abaixo de 2,5 Aluno reprovado por nota)MP= 3,0×0,4+2,0×0,60,4+0,6= 1,2+1,21=𝟐,𝟒 (média abaixo de 2,5 Aluno reprovado por nota)

TIRE SUAS DUVIDAS

Preencher todos os dados no formulário corretamente para um melhor atendimento

Entraremos em contato assim que possivel, por favor aguardar.